Como aproveitar a Páscoa para aumentar as vendas da sua Padaria

Fermento Biologico seco
Receita Rosca de Leite de Condensado
13/01/2018
Colomba pascal tradicional
Receita de Colomba Pascal Tradicional
19/03/2018

Como aproveitar a Páscoa para aumentar as vendas da sua Padaria

Vendas

 

Está chegando uma das épocas do ano que oferece grandes oportunidades de vendas para o seu negócio.

Dentro dos seus valores simbólicos para povos religiosos ou não, a Páscoa é significado de reunir a família e amigos para celebrações. Um dos grandes momentos é, para muitas pessoas, preparar a casa para receber as visitas com decorações temáticas e alimentos que representam a época e a fartura.

Embora algumas famílias mantenham a tradição de preparar seus alimentos artesanalmente, para outras a comodidade de adquirir produtos prontos para consumo, em supermercados, confeitarias e padarias, tem se tornado muito comum principalmente pela praticidade.

Muitas empresas já perceberam essa oportunidade e, além de preparar cardápios específicos para a data, se preparam para atender a demanda de clientes trabalhando com prazos e encomendas.

Para atrair esses clientes, a criatividade e inovação tornam-se essenciais.

Vale ficar de olho no que é tendência e novidade nos balcões e vitrines de outros locais. Pois muitos estabelecimentos conseguem aumentar as vendas, indo muito além dos ovos de chocolate.

Tradições alimentares que garantem lucratividade

Vendas
Um exemplo disso é a COLOMBA PASCAL, um pão recheado que tem se popularizado cada vez mais no Brasil e chega a ser chamado popularmente de “prima do panetone”.
A colomba é consumida há séculos na Europa e seu nome vem do italiano. Traduzindo para o português, significa “pomba”, o que justifica o seu formato.

Muito além do alimento, desde os primórdios ela é usada como presente para promover a paz entre as pessoas e até países. Justamente por isso a “pomba da paz” é consumida no período da Páscoa, sendo símbolo da paz e regeneração, além de representar o Espírito Santo.

Ao contrário do panetone, famoso por sua essência característica, a colomba pascal é originalmente marcada por raspas de casca de laranja, o que também lhe faz conferir um sabor próprio e inconfundível.

Contudo, assim como o “primo do Natal”, a colomba sofreu alterações em seu sabor e hoje são encontradas versões com recheios como brigadeiro, doce de leite, mousse de chocolate ou até opções salgadas como tomate seco ou azeitonas.

Ainda na linha de PÃES, o tradicional também aparece na mesa e em celebrações religiosas. Por ser um dos principais símbolos da Santa Ceia, não é difícil encontrar pães mais elaborados, com formatos e cortes na massa que formam desenhos, na mesa e nas cerimônias cristãs durante as celebrações da semana da Páscoa.

Quem deseja oferecer uma opção diferenciada, pode escolher por outros tipos de pães, com alterações no preparo da massa e formato.
Um caso muito interessante é o brioche, também consumido há séculos com tom de elegância nas mesas fartas e imperiais do passado.

Partindo para a SOBREMESA, uma tradição que vem se popularizando é o BOLO DE COELHO.
Esse bolo requer massas mais elaboradas para dar sustentação e é coberto com merengue e coco ralado, que imitam perfeitamente o pêlo branquinho do animal. Uma fofura!

É claro, a data oferece outras inúmeras opções para aumentar o faturamento da confeitaria no período que antecede.
As famosas BOLACHAS DECORADAS com glacê e confeitos coloridos também podem ser ofertados nesta época.
Além da decoração em cada biscoito, vale dar um toque artesanal oferecendo-os em potes de vidro ou bombonieres decoradas, mas que deixem o produto à mostra.

Vale investir na criatividade para atrair os clientes!

E para deixar seus produtos ainda mais saborosos e economizar na sua produção, a melhor opção é usar o FERMENTO BIOLÓGICO SECO FERMAIS.
Ele tem o maior poder fermentativo e nós atendemos empresas de todos os portes, localizadas em qualquer parte do Brasil, diretamente da indústria. CLIQUE AQUI e confira!

Um abraço e bons negócios!




Comente com o facebook

Os comentários estão encerrados.