Dicas para substituir o glúten nas receitas de pães e massas

Fermento Biológico Seco Fermais
Dicas para melhorar o ambiente da sua padaria
25/10/2016
FERMENTO BIOLÓGICO SECO FERMAIS
Cuidados na produção profissional de pães
09/11/2016

Dicas para substituir o glúten nas receitas de pães e massas

FERMENTO BIOLÓGICO SECO FERMAIS

Cada vez mais as pessoas estão buscando por alternativas de alimentos que não sejam as tradicionais oferecidas em padarias e em lojas comuns. Seja em função da sua saúde, por conta da dieta, da moda, ou de uma exigência nutricional, o glúten tem sido visto como uma espécie de vilão que cresce a cada dia que passa.

E é exatamente por isso que os profissionais que trabalham com pães e massas, que são alimentos que tradicionalmente contêm glúten, estão buscando alternativas na hora da produção para eliminar este componente das receitas.

Tanto para atender a demanda da população que é alérgica a glúten e realmente não pode consumir este componente, quanto para atender a demanda da galera fitness de plantão, que agora tem o glúten como um vilão da boa forma.

Foi pensando em tudo isso que nós reunimos aqui uma série de dicas que vão ajudar você a substituir alguns ingredientes na produção de seus pães e de suas massas, tudo para conseguir oferecer alimentos que não contenham glúten e atender a esta demanda crescente da população.

Trabalhe com substituições

 

FERMENTO BIOLÓGICO SECO FERMAIS

O glúten é uma proteína encontrada em alguns alimentos. A farinha de trigo possui glúten em sua composição, e ela está presente em praticamente toda a produção de pães, massas e doces de uma padaria.

Existem algumas opções de farinhas e alimentos ricos em proteínas, que podem substituir a farinha de trigo de suas massas.

Existe a possibilidade da farinha de arroz ou a farinha de amaranto, já que ambas possuem um sabor mais neutro e não vai trazer tanta diferença no sabor final do pão.

Porém, como são farinhas diferentes das de trigo e tendem a deixar a massa seca, é importante que você utilize algum tipo de amido para garantir que o seu pão ou sua massa continue fofo e leve.

Afinal de contas, você quer tirar o glúten, e não perder qualidade, certo?

Outras farinhas interessantes, são aquelas vindas de oleaginosas, como a de amêndoas ou de macadâmias, que possuem sabor suave e agradável.

Com uma textura leve e rica em gorduras boas, este tipo de farinha é uma ótima pedida para quem deseja fazer bolos e doces sem glúten.

Outra opção de farinha bastante interessante para a produção de pães é um tipo de farinha que é conhecida como Teff, que é rica em proteína e bastante utilizada na Etiópia, além da farinha de grão-de-bico, que ajuda a dar a textura ideal para este tipo de alimento sem que para isso ele precise desenvolver glúten.

Já para quem deseja deixar a farinha completamente de lado, uma alternativa sem glúten e mais saudável é adotar a biomassa de banana verde nas preparações.

Bastante versátil, pode ser utilizada tanto na preparação de doces quanto de salgados, como pães e bolos.

Alguns optam pelo uso da soja, ao invés da farinha, também sendo uma boa opção.

Apesar do pão e da massa com farinha de trigo serem os mais comuns, há sim diversas opções no mercado para quem deseja produzir alimentos sem glúten.

O sabor não fica exatamente igual, mas muitas vezes podendo ficar até melhor do que a versão original e você ganha em diversificação e pode conseguir conquistar uma nova clientela.

O mais interessante, é que você utilize farinhas que sejam ricas em proteínas, para ajudar a dar sabor e estrutura ao pão, como aveia sem glúten, teff, milhete, sorgo e trigo sarraceno, são os que possuem mais proteínas do que a farinha de arroz.

Lembre-se que não existe uma forma exata de medir a quantidade usada de farinha na sua massa, pois vai depender muito de todos os ingredientes que estão sendo utilizados numa massa sem glúten.

Então, para melhorar os resultados, a princípio, use receitas específicas já testadas, com todas as orientações de uso.

Após entender as necessidades diferentes de cada farinha ou alimento sem glúten, a goma necessária, a quantidade de líquidos, experimente fazer a sua receita, transformando a receita tradicional em sem glúten.

E para garantir que as suas receitas sejam realmente sem glúten, sugerimos o uso do Fermento Biológico Seco FERMAIS.

Além de ter um excelente rendimento em massas mais pesadas, pois possui um dos maiores poderes fermentativos do mercado, ele é completamente livre de glúten, lactose e traças de leite.

Possuímos embalagens de 500g e de 10g e entregamos em todo o Brasil.

Entre em contato e peça agora mesmo seu orçamento.

[contact-form-7 404 "Not Found"]

 

Se tiver algum assunto especifico que gostaria de ver nos nossos materiais, deixe nos comentários ou nos envie por email a sua sugestão!

Leia também: CUIDADOS NA PRODUÇÃO SEM GLÚTEM

Um abraço e até mais.

Comente com o facebook

Os comentários estão encerrados.