As diferenças entre Fermento Biológico e Fermento Químico

receita de pão de milho
Receita de pão de milho para as festas juninas
07/06/2019
massa para salgado assado
Receita profissional de massa para salgado assado
05/07/2019

As diferenças entre Fermento Biológico e Fermento Químico

diferenças entre fermento biológico e fermento químico

Saber as diferenças entre fermento biológico e fermento químico é essencial para garantir a qualidade das suas receitas. Isso porque a forma como eles agem é bastante distinta.

Os fermentos são conhecidos como agentes de crescimento e porosidade. Eles são responsáveis pela incorporação e produção de compostos gasosos, crescimento, textura leve e aerada. Sem fermento seria impossível obter massas leves, macias e elásticas, características de pães e bolos.  

Atualmente são produzidos 2,5 milhões de toneladas ao ano de fermento no mundo. Para entender as diferenças entre fermento biológico e fermento químico, primeiramente vamos conhecer melhor cada um deles. 

 

Fermento Químico

diferenças entre fermento biológico e fermento químico

O fermento químico é composto pela mistura de bicarbonato de sódio e outros sais ácidos, como o monoidrato de fosfato monocálcico, dinitrato de fosfato dicálcico, sulfato de alumínio e sódio.

Essa mistura tem a propriedade de liberar apenas uma parte do gás quando é misturado à massa úmida. O restante é liberado quando atinge uma determinada temperatura dentro do forno. Sendo indicado para preparações que levam mais tempo para serem assadas, como bolos.

 

Fermento Biológico

diferenças entre fermento biológico e fermento químico

O fermento biológico ou levedura é um microorganismo vivo cuja denominação científica é Saccharomyces cerevisiae. SACARO = AÇÚCAR /  MYCES = FUNGO.

Trata-se de um ingrediente imprescindível na panificação. É o responsável pelo crescimento da massa de pães e pizzas. Basta misturar o fermento diretamente à farinha, sem precisar dissolvê-lo na água. Não necessita ser armazenado em lugar refrigerado.

 

Diferenças entre fermento biológico e fermento químico

Como vimos, o fermento biológico é composto por fungos microscópicos vivos. Enquanto o fermento químico é feito à base de bicarbonato de potássio. 

Os fungos do fermento vivo se alimentam da glicose da farinha de trigo: sua digestão produz, entre outras substâncias, as bolhas de gás carbônico (ou dióxido de carbono) que fazem a massa crescer. Já no fermento químico, o mesmo gás é obtido em reações do bicarbonato de sódio com algum ácido. 

Na fabricação do fermento químico, o bicarbonato é misturado a substâncias que se tornam ácidas ao entrar em contato com líquidos ou quando são aquecidas. Já os fungos do fermento biológico demoram um pouco a fazer seu trabalho e morrem no calor do forno. Assim, em receitas com fermentação biológica, como pães e pizzas, é necessário esperar a massa crescer antes de começar a assá-la.

Dessa forma, nas diferenças entre fermento biológico e fermento químico, podemos resumir que o fermento químico é o responsável pelo crescimento das massas de bolo, que ocorre através de uma reação química durante o forneamento. Enquanto o fermento biológico promove o crescimento das massas através da fermentação que ocorre antes do forneamento. 

 

Fermentos Fermais

Fermento Biológico Seco

A Fermais é fornecedora de Fermento Biológico Seco para todo Brasil. Nossos fermentos possuem o máximo poder fermentativo e são completamente livres de glúten, lactose, traços de leite e contaminação cruzada. Isso porque em nossos processos produtivos não temos outros produtos, apenas fermento.

Nossa linha de produtos é completa e ideal para atender todos os portes e tipos de produção, desde a de 10g para o consumo doméstico, até a de 5kg para uso industrial em grande escala. Se você ainda não é nosso cliente entre em contato e vamos negociar, tenho certeza que temos o produto ideal para a sua necessidade.

Comente com o facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *