Problemas na Produção de Padaria: Saiba como corrigir

massa para salgado assado
Receita profissional de massa para salgado assado
05/07/2019
pão vegano
Receita de pão vegano econômico
06/08/2019

Problemas na Produção de Padaria: Saiba como corrigir

problemas na produção de padaria

Problemas na produção de padaria podem aparecer com frequência. Afinal, o sistema de produção de uma padaria envolve diversos processos, equipamentos e pessoas em todas as etapas. Portanto, é mais comum do que você imagina, surgirem imprevistos que podem acabar comprometendo a qualidade dos produtos. 

Porém, evitar problemas na produção de padaria pode ser muito fácil e simples. Entretanto, você precisa seguir as recomendações a risca. Você pode até pensar que algumas delas são desnecessárias. Mas, se você levar em conta que a qualidade dos produtos é o ponto chave para fidelização dos clientes, talvez essas recomendações possam se tornam suas aliadas na expansão e sucesso do seu negócio.

Contudo, foi justamente pensando em ajudar você a manter um excelente padrão de qualidade nos seus produtos e evitar problemas na produção de padaria, que produzimos esse artigo com dicas e recomendações especiais, acompanhe a seguir.

 

Perigos nos alimentos

problemas na produção de padaria

De acordo com a cartilha da ABIP – Associação Brasileira das Indústrias de Panificação e Confeitaria, no caso de alimentos, os perigos são agentes que representam riscos à saúde do consumidor e são um dos principais problemas na produção de padaria.

Um alimento contaminado pode conter perigos de diversas naturezas, como:

  • Perigos físicos (fragmentos de vidro, plásticos, insetos)
  • Perigos químicos (resíduos de inseticidas, detergentes e micotoxinas)
  • Perigos biológicos (bactérias e suas toxinas, vírus e parasitos)

 

Como os alimentos ficam contaminados?

A contaminação é um dos mais graves problemas na produção de padaria, ela acontece com a entrada de microrganismos, substâncias químicas ou objetos estranhos nos alimentos. 

Pode acontecer das seguintes formas:

  • do ambiente para o alimento;
  • dos manipuladores para o alimento;
  • das superfícies de contato (bancadas, utensílios, equipamentos etc.) para o alimento;
  • do alimento cru para aquele que está pronto para o consumo (contaminação cruzada).

A contaminação cruzada pode ocorrer quando:

  • os alimentos ficam juntos, sem proteção (contato direto);
  • utilizam-se equipamentos e utensílios com alimentos crus e, posteriormente, com produtos prontos para o consumo, sem higienização correta entre um e outro uso;
  • o manipulador trabalha ora com matérias-primas contaminadas, ora com produtos prontos e não higieniza corretamente as mãos na troca de atividade.

 

Como evitar esses problemas na produção de padaria?

problemas na produção de padaria

O primeiro passo para evitar problemas na produção de padaria é controlar as contaminações (biológicas, químicas e físicas) através da implantação das Boas Práticas. As Boas Práticas são regras na produção de alimentos que, quando praticadas, ajudam a prevenir as contaminações.

 A padaria tem a característica de atuar desde a produção até a venda, integrando atividades de fabricação de alimentos, manipulação de alimentos na loja, exposição de alimentos à venda, serviço de alimentação, loja de conveniência e entrega a domicílio de alimentos. 

Em todas essas atividades as Boas Práticas devem ser aplicadas para se prevenir a contaminação dos alimentos. Você pode conferir o Checklist completo de Boas Práticas de Fabricação, CLICANDO AQUI. 

 

Escolha os insumos certos

Outra dica indispensável para manter a qualidade do seus produtos e evitar problemas na produção de padaria é a escolha certa dos insumos. Ao adquirir matéria-prima de qualidade você tem a garantia de um resultado final satisfatório.

Um bom exemplo é o fermento, que está presente em todas as suas receitas. Por isso, a qualidade dele interfere diretamente na qualidade do seu produto.

Fermento Biológico Seco

 

O Fermento Biológico Seco Fermais oferece muitas vantagens como

  • Rende até 3X mais que o fresco, faça as contas.
  • É estocado fora da geladeira até ser aberto, ajudando na economia de energia elétrica.
  • Validade de até 2 anos, reduzindo o desperdício de insumo e permitindo planejamento das compras.
  • Maior consistência e uniformidade na massa.
  • Não deixa cheiro ou sabor de fermento no seu produto.
  • Não precisa ser dissolvido, agilizando o processo de produção.

Se você busca resultados diferentes, precisa fazer ações diferentes!

Portanto experimente os FERMENTOS FERMAIS e tenha mais qualidade nos seus produtos e lucro no seu negócio. CLIQUE AQUI para fazer uma cotação agora mesmo.

Comente com o facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *