REGRAS DA ANVISA PARA INDÚSTRIA DE SALGADOS CONGELADOS

Receita Sonho/Donut Sem Glúten
05/10/2018
Receita Pretzel Vegano
01/11/2018

REGRAS DA ANVISA PARA INDÚSTRIA DE SALGADOS CONGELADOS

A produção de salgados congelados é um mercado que vem crescendo muito nos últimos tempos e se apresenta como uma ótima opção para quem deseja começar um negócio ou ampliar seu portfólio.

No entanto existe uma série de cuidados para garantir a correta produção e comercialização desses produtos.

E as principais delas são definidas pela ANVISA.

A Anvisa, a agência Nacional de Vigilância Sanitária, é o órgão responsável por fazer o monitoramento e garantir que as práticas sejam feitas de forma padronizada.

Desta forma, todas as pessoas, ao comprar, terão a garantia de aquilo o que estão comprando é um produto de qualidade.

Essas regras alinham todas as produções e garantem a segurança para os consumidores.

A Anvisa está sempre buscando formas de atualizar-se quanto a produção, e também na forma com avalia os riscos que uma determinada produção pode trazer a alguém.

Então, a agência impõe padrões sanitários que devem seguidos em cada prática.

Vamos conhecer alguns?

 

Requisitos gerais e exigências mínimas da Anvisa

As BOAS PRÁTICAS DE FABRICAÇÃO é umas das principais regulamentações que quem produz alimentos deve seguir.

Ela assegura que o produto depois de passar por vários processos: embalado, transportado, armazenado, processado e conservado, não produza substâncias biológicas, químicas e físicas que possam prejudicar quem o
consome.

Também se deve atentar se os produtos respeitam os REGULAMENTOS TÉCNICOS, que ditam as regras para uma série de detalhes do processo.

Os contaminantes, os aditivos alimentares, a informação nutricional, complementar, a rotulagem de alimentos embalados, as características macroscópicas,
microbiológicas e microscópicas e rotulagem nutricional de alimentos embalados são algumas das regulamentações que os produtos devem seguir.

Outros regulamentos técnicos podem se somar a esses, desde que sejam legislações pertinentes a cada situação e sua especificidade.

Utilizar um ingrediente que não seja usado como alimento convencionalmente, só é possível quando se comprova a segurança de uso junto com os regulamentos técnicos. Demonstrar nas avaliações, que existe um bom motivo para se agregar aquele ingrediente à mistura.

Mas,sobretudo, mostrar que adicioná-lo trará boas consequências a qualidade do produto.

Quanto ao TRANSPORTE E ARMAZENAMENTO de salgados congelados, é importante observar a temperatura e tempo.

Isso desde o momento em que é feita a sua distribuição e entrega, de modo que não comprometa a qualidade do produto e mantenham o bom estado de conservação e higiene.

Enquanto todas as etapas inerentes à prática são realizadas, é preciso que seja feito o monitoramento e controle constante do produto.

De acordo com as regras da ANVISA, os alimentos congelados devem ser mantidos em temperatura igual ou inferior a 18 graus Celsius negativos.

E os locais de produção devem ter os equipamentos de refrigeração que tenham a capacidade necessária de resfriamento.

Para a MANIPULAÇÃO desses alimentos, as pessoas não podem apresentar lesões cutâneas ou quadros de doenças contagiosas.

Devem usar uniformes de cor clara, cabelos protegidos por toucas, sem adornos, com unhas cortadas sem esmalte ou base.

As janelas e portas devem ter sistema que não permitam a entrada de pragas no local, sendo necessária a dedetização de insetos periodicamente, a cada seis meses.

 

Requisitos adicionais de rotulagem

Os produtos congelados devem contar com uma INFORMAÇÃO ADICIONAL em seus rótulos. Eles precisam vir acompanhados com a informação “CONGELADO” perto do nome, designação, do produto.

Além da nomeação, é preciso que o alimento também carregue as datas de preparo e prazo de validade.

Pois, a falta de informação pode gerar problemas e mal-entendidos aos consumidores e consequentemente a notificação e/ou multa por parte da vigilância.

Essas são algumas das regras que você deve observar para manter a sua produção regularizada.

Mas é importante você consultar o site da ANVISA e conferir a regulamentação complementa ou procurar um consultor especializado para te ajudar nesse processo.

Dessa forma você fica tranquilo e coloca seus esforços na produção dos seus salgados.

E não esqueça de cuidar também da qualidade de cada insumo que você utilizada, pois eles têm impacto direto no sabor, apresentação e custo do seu produto final.

 

E se você preza pelo máximo em qualidade, mas também busca economia, a sua melhor escolha são os fermentos FERMAIS

Nós atendemos todo o Brasil e entregamos o fermento que mais rende no seu endereço!

Para saber mais sobre como podemos te ajudar, CLIQUE AQUI e confira.

Comente com o facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *